Profissionais à deriva

Extraído do livro: Personal Branding ( Construindo sua marca pessoal)

O profissional à deriva é aquele que não tem a mínima ideia de para onde está indo ou aonde quer chegar. Sua carreira é totalmente dominada por variáveis incontroláveis ou incertezas: inflação, crise no segmento (em que ele está, mas não sabe por quê), chefes, estilos de empresas, crises de mercado. Ele é o retrato do acaso.

Muitos deles já foram de tudo na vida: vendedores, auxiliares,chefes, administradores,pequenos empresários. O currículo é uma miscelânea de cargos e empresas permeada de altos e baixos. Alguns já trabalharam nos mais diversos setores, mas nunca conseguiram realizar nada de concreto que os diferenciasse profissionalmente ou que gerasse valor para sua marca. São pessoas que estão sendo guiadas pelo destino. A maioria é deprimida e está à procura de um emprego melhor, não mais de realização profissional.

Encontramos profissionais à deriva em todos os níveis. Há gente que fez uma faculdade e nunca soube por que a escolheu. Iniciou uma e parou no meio, começou outra porque era mais fácil, depois mudou de novo e finalmente concluiu uma quarta. Acabou entrando numa empresa que lhe deu uma “chance” e hoje é um profissional sobrevivente.

Há outros que odeiam as segundas-feiras e para quem o trabalho se tornou um verdadeiro martírio. Não veem a hora de ir embora e na terça-feira já estão torcendo para que chegue logo a sexta. Para eles, trabalhar virou um sacrifício, e não fonte de prazer ou realização profissional. 

Seu planejamento de carreira é de curtíssimo prazo ou então se resume somente à ideia de chegar depressa a próxima sexta-feira! O máximo que conseguem visualizar a longo prazo são os meses de novembro e dezembro, e não por um motivo muito estratégico, mas por ser a época do décimo terceiro salário ( para pagar as contas acumuladas do ano) e, é claro, das férias!

Há pessoas que já abriram mão da felicidade, da realização profissional e só pensam agora na sobrevivência. Os cargos que ocuparam, em vez de os alavancar para cima, acabam sendo o limitador para novas experiências.Eles pensam: ” É o que sei fazer…é o que está no meu currículo, agora não tem mais volta… não sei como fiquei naquela empresa por dois anos, mas acabei nesse segmento e agora é a referência que tenho para conseguir um novo emprego…”.E aí se vão mais alguns anos.

Às vezes, no mais profundo desespero, esses profissionais tomam medidas radicais. “Chutam tudo” para tentar uma nova empresa, sem pensar muito no que isso pode representar a médio e a longo prazos. 

Nesses momentos, acreditam que o problema não está neles, mas na empresa onde trabalham. O chefe é tirano, a empresa não dá espaço, não reconhece o esforço dos funcionários, o trabalho é enfadonho ou estressante, os colegas puxam o tapete dos outros, há muita fofoca. Tudo isso, na visão do profissional à deriva, não acontece nas outras empresas. 

E ele continua tentando encontrar o lugar ideal, que reconheça como é.Um local mágico com chefes atenciosos, sem estresse, em que os colegas sejam amigos de verdade e haja muitas oportunidades.

Muda de endereço (mas não de atitude) e continua refém das circunstâncias. Muda de empresa sem saber por que nem para onde está indo. Permanece perdido, tentando encontrar uma resposta para uma pergunta que nunca se faz nem sabe qual é. E acaba sendo apenas um gerenciador da sobrevivência.

Twitter: @rpmanaus
Referência:
BENDER, Arthur Personal Branding ( Construindo sua marca pessoal) São Paulo, Editora Integrare Ltda. 2009.
Anúncios

Um comentário sobre “Profissionais à deriva

  1. Texto muito bom. Experimentamos mudanças no mercado e no processos de trabalho, nas estruturas ocupacionais é tudo novo e desconhecido e o profissional fica à deriva, pois existe novos referencias.

    Maria Pereira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s