Empresas investem cada vez mais em Relações Públicas

Como o aumento da concorrência e da competição entre as instituições, o investimento em Relações Públicas e Comunicação Organizacional tornou-se essencial nos dias de hoje.
Por Hernandes Cruz
A Korsa Corretora de Seguros lançou, no mês passado, uma modalidade de seguros inédita no setor de transportes: a “publicidade adversa”.  O seguro cobre despesas com serviços como assessoria de imprensa e relações públicas, caso a empresa se envolva em acidentes que causem danos ao meio ambiente, por exemplo. A novidade foi anunciada um mês antes do Dia Interamericano das Relações Públicas, que é comemorado todos os anos, no dia 26 de setembro, data de fundação da FIARP, hoje Confederação Interamericana de Relações Públicas/CONFIARP. São sinais que o mercado está cada vez mais preocupado em engajar com seus públicos de forma profissional. O diretor da Korsa, Júlio Tenreiro, diz acreditar que a novidade pode agregar R$ 20 milhões às apólices do setor no prazo de um ano.
A Comunidade Católica Canção Nova, formada por Revista, emissora de TV, Rádio (AM e FM), Portal, Editora e Gravadora, anunciou também, no último mês, que pretende oferecer o curso de Relações Públicas na Faculdade Canção Nova. De acordo com o co-fundador da instituição, Wellington Silva Jardim, o objetivo é o de formar profissionais qualificados, que poderão atuar ou não, dentro da própria instituição, eticamente orientados e socialmente comprometidos com os valores da organização.
Os anúncios feitos pela Korsa Corretora de Seguros e pela Comunidade Canção Nova revelam que as organizações estão compreendendo de que o público está mais propenso a comprar um produto, aderir a uma causa ou ideia de uma instituição que estabelece uma comunicação mais simétrica, de mão dupla. Nos últimos dez anos, com o aumento da concorrência e da competição entre as instituições, elas começaram a se conscientizar e ficaram mais preocupadas em melhorar a sua imagem e, conseqüentemente, fortaleceram a carreira de relações públicas. No Brasil,  a profissão é regulamentada há mais de 40 anos.
 Entretanto, o ideal é que as atividades de relações públicas e comunicação organizacional sejam uma constante, para que não se precise “apagar incêndios”, tanto mais complicado e perigoso, quanto mais esclarecida e atuante for a opinião pública que se tem à frente. 
Uma empresa que tem fraco relacionamento com seus públicos, sejam eles interno (funcionários e seus familiares) ou externo (imprensa, clientes, fornecedores, comunidade, governo, grupos de interesse, investidores, entre outros) geralmente perde lucro e credibilidade com processos, legislação, regulamentação, notícias ruins, reputação fraca, agitação dos colaboradores e boicotes dos consumidores. Quando pouco resta a fazer, ou muito precisa ser feito para que se restabeleça o equilíbrio do relacionamento com todos os públicos estratégicos da organização, o papel do profissional de relações públicas, conhecido com RP, torna-se mais claro para o empresário. Por isso, campanhas de relações públicas podem reforçar a posição de uma empresa e aumentar sua vantagem competitiva durante uma economia fraca e promover apoio às vendas durante uma economia forte.
RP é um estrategista dentro do empreendimento. Para alcançar os objetivos, o profissional sempre usa diferentes meios, técnicas e oportunidades, a partir de uma visão estratégica e integrada do processo e suas consequências. Na Comunicação Interna, por exemplo, usa diversos instrumentos e canais de comunicação, entre eles os de comunicação dirigida (jornais, revistas, boletins, newsletter, intranet, entre outros) e os eventos (seminários, encontros e reuniões, por exemplo).
Na Comunicação Digital, o Facebook, o Twitter e o Youtube são utilizados para campanhas de marketing viral. Mais do que isso, essas ferramentas permitem ampliar a interação e aproximar-se ainda mais de todos os públicos. Blog é outro elo vital na promoção online de um negócio.  Além disso, o mundo da blogosfera permite que a empresa ofereça um lado mais pessoal para o seu “business falar” e pode ajudá-lo a se conectar ao seu público-alvo em uma maneira que teria sido quase impossível antes.
Diante de todos os pontos apresentados, fica evidente que investir em relações públicas e comunicação organizacional é essencial nos dias de hoje. Relacionar-se bem com o todos os públicos agrega valor e fortalece a imagem empresarial, independente de qual for o tamanho e o ramo da empresa.
Hernandes Cruz é graduado em Comunicação Social – habilitação em Relações Públicas pelo Centro Universitário UNIVAG. Integra a equipe do Departamento de Marketing da Rede de Supermercado Big Lar. Têm experiências nas áreas de Comunicação empresarial, Endomarketing e Comunicação Digital.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s