Bom Humor: Informalidade nas mídias sociais agregam? “Sabe de nada, inocente”

A nova forma de se comunicar mudou? Não, não mudou continua a mesma coisa, porém o que mudou foi a forma de se comunicar através da tecnologia.

Imagem
E como as grandes empresas estão fazendo isso? Através das novas mídias sociais essa semana a prefeitura de Curitiba correu para o “incomum” em tempos de mídias sociais aonde requer uma boa reputação e a fan Page da prefeitura de Curitiba optou em ser criativa, através do bom-humor em vez de ser aquelas coisas “quadradas” que normalmente as fan pages do governo ou prefeitura são. Eles optaram em falar diretamente com a sociedade usando o bom-humor sadio confira o contexto. Com bom humor, Prefeitura de Curitiba ganha seguidores nas redes sociais Portal UOL fez uma entrevista “A Prefeitura de Curitiba liberou recentemente 750 novas placas de táxi. Em seu perfil no Facebook, o órgão tratou de informar que nenhum dos novos taxistas faz o estilo Travis Bickle, o psicopata do filme “Taxi Driver”, de Martin Scorsese. A postagem exemplifica a estratégia de comunicação nas redes sociais adotada pela administração municipal, que vem ganhando fãs dentro e fora da capital paranaense. A página no Facebook é curtida por 118 mil pessoas, quase 10% da população da cidade. No Twitter, são outros 23 mil seguidores. Desde março passado, as páginas na rede começaram a ganhar um perfil mais informal, que tentam se aproximar da cultura e dos símbolos locais. São comuns os comentários irônicos sobre o clima instável na cidade como: “neste momento temos 16 ºC e a perspectiva de tirar e colocar a blusa várias vezes durante o dia de hoje”; ou: “o mundo falando do eclipse lunar de ontem que durou 78 minutos e ninguém ainda se deu conta do eclipse solar que já dura 49 horas em nossa cidade”. A forma curitibana de atuar na internet foi inspirada em exemplos internacionais, como o de Barack Obama (tanto a campanha quanto a gestão de comunicação da Casa Branca) e das prefeituras de Berlim, Nova York, Amsterdã e Paris. “Estamos tentando mudar uma cultura de comunicação pública muito formal e, com isso, aproximar o discurso político do dia a dia do cidadão, do jovem principalmente”, afirma Marcos Giovanella, diretor do setor da prefeitura que abriga sete profissionais, entre analistas, um jornalista e até um conhecido ator cômico local”.

Acredito que para obter engajamento e interação devemos usar a criatividade, percepção e a estratégia de comunicação linkando com bom humor sadio e explorando e valorizando o que é nosso.

Por Ana Clarissa

Revisão: Ives Montefusco

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s