Grandes Ideias Regionais: Mode On, voluntariado e oportunidades

MODE ON-Recuperado.png

Por Erika Sabrine Costa

Em meio a um ano de crise econômica, escassez de empregos e tantos contratempos, fica cada vez mais difícil para quem está se formando na faculdade colocar-se no mercado, ou até mesmo na busca pelo estágio e horas complementares que fazem parte da grade curricular para formação. Para os alunos de RP e outras áreas que desejam obter experiência e cumprir a carga horária, vai uma dica: trabalho voluntário. Pode não ser de agrado de todos mas é uma ótima saída nesses tempos difíceis no mercado e pode abrir uma porta quando menos se espera.

No dia 28 de setembro de 2016, pelas redes sociais a Agência Mode On Eventos lançou uma ação para o evento Temporada da Diversão em comemoração ao dia das crianças, recrutando voluntários para trabalhar no evento que teve duração de quatro dias, como recompensa a agência entregou o certificado de 30h, transporte e refeição e um vasto conhecimento em eventos.  Após ser escolhido para organizar e executar dois grandes eventos na cidade de Manaus (Copa do Mundo 2014 e as Olimpíadas Rio 2016), o publicitário e produtor de eventos Carlos Henrique Junior, 46, dono da Mode On, trabalha há 26 anos com eventos, sendo na produção de show’s, eventos organizacionais, feiras nacionais e internacionais, e o foco neste ano são os eventos gastronômicos. Ele acredita no poder do trabalho voluntário como uma oportunidade para entrar no mercado.

Em uma curta entrevista com Carlos Henrique Junior, ele apresenta a visão sobre o trabalho voluntario e diz se fará parte do cronograma da agência, além de dicas sobre trabalhar com eventos.

Como está sendo trabalhar com voluntários, como surgiu a ideia e como funciona? Continuar lendo

Anúncios

Mudar, ter outra pegada, outra importância, sim, mas morrer, não

Por: Ana Clarissa Cavalcante

Com tantas mudanças, na área de comunicação, uma dúvida é constante entre os profissionais da área: A mídia tradicional vai morrer? E como anda o  mercado publicitário Manauara? Essa foi a pergunta que fiz com um dos melhores redatores da área de publicidade de Manaus. Thiago Henrik, graduado em Publicidade e com Pós em Produção, Direção e Criação em Cinema, atua hoje no mercado como Redator da Agência R2 ideias. Trabalhou 2 anos para o portal Papo de Homem produzindo conteúdo em parceria coma agência F.BIZ (São Paulo), do grupo WWP e atualmente é co-fundador e diretor de conteúdo do blog Mapingua Nerd, referência entre o público geek de Manaus http://mapinguanerd.com.br/

Thiago Henrik respondeu: Como não dá pra prever o futuro o que podemos fazer é procurar referências no passado. Quando a televisão surgiu foi anunciada a morte do rádio. Quando o rádio e as máquinas de tocar música surgiram anunciaram o fim das apresentações ao vivo. Os e-books já foram o fim dos livros físicos. Mas todos esses defuntos ainda estão por aí e bem vivos. Então, eu diria que a mídia tradicional não vai morrer. Mudar, ter outra pegada, outra importância, sim, mas morrer, não.

Temos redatores muito bons aqui em Manaus, produzindo peças criativas todos os dias.Tanto que vários deles acabaram indo pra mercados maiores, como o de São Paulo.

Acho que, em comparação com outras áreas da publicidade, os redatores tem uma certa desvantagem aqui em Manaus: a maior parte das agências tem no máximo 2 redatores. Às vezes é apenas 1 redator trabalhando com 4 ou 5 DA’s. Já ouvi falar de uma agência que não tinha redatores: a turma se reunia e criava em conjunto os títulos (WTF)! Por conta disso, vemos poucas vagas pra redator sendo anunciadas. Em compensação, os bons se destacam e conseguem negociar um salário melhor em alguns casos. Mas também não têm sossego. Pior que a gente só os Planners (risos).

thiago

6 lições de Comunicação Integrada com os Backstreet Boys

Por Fabíola Abess | @fabiolabess

Essa ideia de texto veio de um insight durante uma das váááááárias conversas sobre comunicação com a Ana Clarissa, vira e mexe trocamos algumas impressões pelo direct message no twitter ou pelo whatsapp hahahah.

Por coincidência, Backstreet Boys ainda faz parte da nossa preferência musical, daí esse é o momento em que você que está lendo este texto faz a seguinte pergunta: “mas BackstStreetBoys ainda existe?”.

Pois é, existem sim, e ainda mais, possuem uma carreira sem interrupção há mais de 20 anos e com um plano de comunicação bem consolidado, independente da grande mídia. Já tive a oportunidade de conhecer muitas fãs pelo Brasil e no exterior; e ver esse trabalho de comunicação integrada do grupo sendo tema dos TCCs e trabalhos acadêmicos de algumas fãs da área de comunicação.

Mas vamos lá, mesmo com os tropeços da imprensa latino-americana dizendo que eles “voltaram” para alguma apresentação no Brasil e que o Nick é um ex-backstreet boy, eles continuam lotando shows e fazendo mulheres adultas, formadas e algumas mães saírem de casa para viajar de cruzeiro com eles pelas Bahamas e lotar todos os 8 shows que fizeram aqui no Brasil em junho de 2015.

Everybody, rock your body now e vem comigo ler!

1 – Tenha muitos fãs ao redor do mundo

O fan base do grupo é bem grande ao redor do mundo. Na internet é possível encontrar comunidades em vários países além dos Estados Unidos, como o México, Peru, Venezuela, Brasil, Japão, Canadá, entre outros. Os grupos estão misturados entre fãs antigas e as novas fãs que conhecem a banda por meio de materiais disponíveis na internet.

bsb1

2 – Seja o melhor anfitrião que você puder

Os Backstreet Boys em parceria com a Wonderful Union fazem o melhor M&G do mundo, deixam abraçar, usam fantasias e fazem poses engraçadas! É sempre uma experiência única, os tickets esgotam em minutos. Sem falar nos eventos que eles realizam, como o cruzeiro anual desde 2009 e as after parties.

bsb2

bsb3bsb4

3 – Lote o seu evento

Desde 2010, a Rose Tours organiza os cruzeiros temáticos dos Backstreet Boys saindo do porto de Miami para alguma ilha nas Bahamas ou no México. No ano passado, eles resolveram inovar e fizeram um roteiro partindo de Barcelona e passando por Florença, Pisa e Cannes, na Itália. As cabines são bem concorridas e as participantes se organizam um ano antes para ir.

Na programação do cruzeiro tem show, games com os cantores, festas temáticas e a possibilidade de encontrá-los pelos corredores do navio. Segundo as fãs, parece um sonho #QueroirDenovo<3

bsb6

4 – Monitore as vontades do público

O twitter, desde o auge lá em 2009 é a rede social preferida do grupo para monitorar e interagir com os seus seguidores. Prova disso são os replies constantes e as enquetes que eles fazem com os fãs. A última ocorreu durante a estada do Nick durante a passagem da All American Tour no Brasil. O público pediu que ele participasse do Programa Legendários e ele atendeu, fez uma viagem rápida do Rio de volta a São Paulo somente para cantar no programa do Mion antes de seguir com a turnê para Buenos Aires!

Muito esperto.

bsb7

5 – Entregue o produto que você vende

Os Backstreet Boys são um grupo vocal, e assim continuam seguindo, eles ainda dançam até hoje sim, mas fazem música e shows ao vivo. Nestes 23 anos de carreira e depois de 9 álbuns inéditos lançados, o grupo se prepara para lançar mais um cd com novas composições e dizem que o próximo hit está próximo.

6 – Mantenha a sua essência
O passado para eles é motivo de orgulho.

bsb8

Direção de Arte para Mídias Digitais é a nova proposta da Escola Experimental de Comunicação e Empreendedorismo

A Escola Experimental de Comunicação e Empreendedorismo oferece mais um curso inédito para a área de comunicação: Direção de Arte para Mídias Digitais ministrado por Renata Braga, no dia 23 de julho no Amazon Smart Offices, Avenida Rio Jutaí – Vieiralves.

Banner-Sympla-Tintas (1).png

Renata trabalha há cinco anos na área de direção de arte e consegue aliar seu dom a tudo que está sobre o papel, incluindo simplicidade, originalidade e elementos técnicos no processo criativo à arte na propaganda. Segundo o Diretor de Inovação da Escola Experimental Adriano Marques “Não há cursos relacionados à área em nossa cidade, mesmo sendo um mercado que está crescendo cada vez mais. Muitas pessoas estão buscando conhecer e também se especializar em direção de arte para mídias digitais, então o curso vem para atender esse público”.

O curso é destinado para universitários, recém-formados, e todos que desejam entender o universo criativo da imagem. Serão dez horas de aprendizado dividas em módulos e conteúdo exclusivo que explicará os processos criativos e noções básicas para um profissional da área, que deve saber gerenciar a concepção de um produto, seja ele gráfico ou audiovisual. As inscrições já estão abertas em: https://www.sympla.com.br/curso-direcao-de-arte__68433 

O pré-requisito para o curso é levar muita disposição para trocar experiências sobre processo criativo, branding e ideias. Na programação está incluso: coffee break, e-book e certificado.

O que é a Escola Experimental de Comunicação e Empreendedorismo?

Inaugurada em Julho de 2015, a Escola Experimental surgiu com o intuito de trazer para o público manauara novas oportunidades de aprendizado sobre o universo da comunicação, marketing e empreendedorismo.

Mais informações em: https://www.facebook.com/escolaexperimental/ 

ou (92)98232-8674

O que? Curso de Direção de Arte para o Digital com Renata Braga

Onde? Amazon Smart Offices, na Avenida Rio Jutaí – Vieiralves

Quando? 23 de julho

Hora? 09:30h às 17h

Investimento? R$ 80,00

Inscrições: https://www.sympla.com.br/curso-direcao-de-arte__68433